O Bruto | Acordo na China garante construção e operação do Porto Sul e a Ferrovia Oeste-Leste

Acordo na China garante construção e operação do Porto Sul e a Ferrovia Oeste-Leste

09/03/2016

A viagem do governador Rui costa à China para atrair investimentos para a Bahia já está dando os primeiros resultados. Acompanhado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, o governador já garantiu que uma das maiores construtoras chinesas, a China Railway Engineering Group n.10 (Crec) e o Fundo Chinês para Investimentos na América Latina (Clai-Fund), invistam, construam e operem em parceria com o governo da Bahia e a Bahia Mineração (Bamin), o Porto sul e a Ferrovia Oste-Leste (Fiol).

O acordo dá início a um período de negociação que estabelecerá os detalhes da negociação, que foi assinada nesta terça-feira (08) em Pequim, pelo lider do executivo baiano e o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, além dos representantes das empresas. “Os chineses possuem a tecnologia mais avançada e experiência de sobra para fazer essas obras avançarem na velocidade que a Bahia precisa. Nossos projetos entusiasmaram os dirigentes da construtora e isso nos estabelecer um acordo histórico”, afirmou Rui.

O Complexo Porto Sul será construído na Ponta da Tulha, em Ilhéus, já tem as licenças prévia e de implantação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama. A estimativa de investimento é de R$2,6 bilhões, sendo R$2,2 bilhões para as obras e R$400 milhões em equipamentos. Além do Porto Sul, o acordo prevê quatro trechos da Ferrovia Oeste-Leste, entre Ilhéus e Caetité, que estão em fase final de construção e serão concluídos.


Os chineses pretendem no futuro, viabilizar a ferrovia Bioceânica, construída a partir da Fiol e formando uma linha de trem entre os oceanos Atlântico e Pacífico. A ferrovia sairia de Ilhéus, passaria pelos estados do Mato Grosso, Rondônia e Acre, até chegar ao Peru.
“Estamos muito satisfeitos com o resultado inicial da viagem à China. A partir de agora, o desafio é buscar investimentos na área da tecnologia. Eu e o governador Rui Costa queremos atrair toda a experiência chinesa para os empreendimentos baianos, selando acordos de cooperação e, principalmente, transferência de conhecimentos”, explicou Marcelo Nilo.

Notícias Relacionadas

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

entretenimento

Ivete Sangalo recebe convidados baianos no Música Boa Ao Vivo de amanhã (31)

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO