O Bruto | Comunidade do Lobato faz protesto contra morte da diarista

Comunidade do Lobato faz protesto contra morte da diarista

25/04/2016

Vestidos com camisas com fotos e segurando faixas e cartazes, amigos e familiares da diarista Vânia Machado, 40 anos, morta na Rua Divisa Alegre, no Lobato, durante uma operação da Polícia Militar, protestam na Avenida Suburbana, nesta segunda-feira (25). Eles fecharam uma das vias e exigem explicações do Governo da Bahia e da Secretaria de Segurança Pública da Bahia. Segundo parentes, o tiro foi disparado por policiais da 14ª Companhia Independente da PM (Lobato), que chegaram, a pé, atirando no local, por volta das 21h, no último domingo. O enterro da diarista foi, ontem, no Cemitério Quinta dos Lázaros.

Cerca de 200 pessoas estavam presentes no local. Além de Vanessa, Vânia era mãe de um menino de 8 anos. “Quero conversar com o secretário (da Segurança Pública, Maurício Barbosa) e com o governador (Rui Costa), porque isso não pode ficar assim. Policial é para proteger, não para tirar vidas”, desabafou outro irmão de Vânia, Clóvis Machado, que pedia a exoneração dos PMs. Segundo ele, a equipe da TV Record também assistiu o crime e se omitiu diante dos fatos. “Eles são cúmplices”, disse.

Notícias Relacionadas

TREMENDAL

Homem é preso na Bahia por esquartejar esposa no Natal

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO