O Bruto | Detran-Ba defende em Brasília mais recursos para vítimas do Trânsito

Detran-Ba defende em Brasília mais recursos para vítimas do Trânsito

22/01/2018 Por: Redação

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia ( Detran-BA) participou, nesta segunda-feira (22), da reunião da Associação Nacional dos Detrans ( AND), em Brasília, com a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy.O Detran-BA defendeu que parte dos recursos pagos pelos condutores pelo seguro obrigatório DPVAT seja revertida para o acolhimento de vítimas de acidentes de trânsito. O órgão propôs também que, assim como já acontece na Bahia, os acidentes sejam incluídos na lista de doenças de notificação compulsória (obrigatória), em todos os estados, para a elaboração de políticas públicas de saúde. “ A Bahia saiu na frente. Desde 2016, oferecemos o programa de atendimento psicossocial e jurídico aos vitimados no tráfego. Em novembro do ano passado, nosso estado foi o primeiro a implantar a notificação compulsória, passando a tratar o acidente como uma epidemia. Essas medidas precisam avançar no país inteiro”, declarou o diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes.Durante o encontro foram discutidas punições mais rigorosas para os motoristas que provocam acidentes com vítimas. Para o Detran-BA, a pena nesses casos deveria ser aplicada diretamente. “ A lei avançou, mas ainda deixou brechas que retardam a punição do condutor infrator. A sociedade pede uma resposta mais eficaz para responsabilizar quem pratica a violência no trânsito”, disse o diretor Lúcio Gomes.

Notícias Relacionadas

Bahia

Marinha emite alerta de ressaca com previsão de ondas de até 3,5 m no sul da Bahia

Futebol

Vitória anuncia permanência do técnico Geninho no comando do Leão em 2020

"eu sou a lei"

Kannário “enfrenta” PMs durante arrastão na Liberdade

Salvador

Ônibus param de circular em Sussuarana, após grupo incendiar coletivo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO