O Bruto | Detran-Ba defende em Brasília mais recursos para vítimas do Trânsito

Detran-Ba defende em Brasília mais recursos para vítimas do Trânsito

22/01/2018 Por: Redação

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia ( Detran-BA) participou, nesta segunda-feira (22), da reunião da Associação Nacional dos Detrans ( AND), em Brasília, com a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy.O Detran-BA defendeu que parte dos recursos pagos pelos condutores pelo seguro obrigatório DPVAT seja revertida para o acolhimento de vítimas de acidentes de trânsito. O órgão propôs também que, assim como já acontece na Bahia, os acidentes sejam incluídos na lista de doenças de notificação compulsória (obrigatória), em todos os estados, para a elaboração de políticas públicas de saúde. “ A Bahia saiu na frente. Desde 2016, oferecemos o programa de atendimento psicossocial e jurídico aos vitimados no tráfego. Em novembro do ano passado, nosso estado foi o primeiro a implantar a notificação compulsória, passando a tratar o acidente como uma epidemia. Essas medidas precisam avançar no país inteiro”, declarou o diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes.Durante o encontro foram discutidas punições mais rigorosas para os motoristas que provocam acidentes com vítimas. Para o Detran-BA, a pena nesses casos deveria ser aplicada diretamente. “ A lei avançou, mas ainda deixou brechas que retardam a punição do condutor infrator. A sociedade pede uma resposta mais eficaz para responsabilizar quem pratica a violência no trânsito”, disse o diretor Lúcio Gomes.

Notícias Relacionadas

Segurança Pública

Graer ganha novos comandante de aeronave e operadores aerotáticos 

Quem vai?

1ª Maratona dos pelados causa polêmica entre vereadores de Salvador

Salvador

Marinha estende alerta de mau tempo no litoral baiano

Euclides da Cunha

Cipe Nordeste erradica cerca de 10 toneladas de maconha

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO