O Bruto | Educadores, policiais, agentes penitenciários e muitas outras categorias protestam contra a reforma da Previdência

Educadores, policiais, agentes penitenciários e muitas outras categorias protestam contra a reforma da Previdência

15/03/2017

Duas mobilizações marcam, nesta quarta-feira, 15, o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência em Salvador. Em frente ao Shopping da Bahia, às 7h, está previsto um protesto dos trabalhadores na área da educação e, a partir das 15h, em ato unificado, diversas categorias fazem caminhada do Campo Grande até a praça Castro Alves. A paralisação dos professores da rede pública municipal e estadual de ensino deve durar dez dias.

O propósito é influenciar, também, as votações no Congresso contra as propostas de reformas trabalhistas. Na quinta, 16, às 9h30, está marcada mais uma reunião da comissão especial que discute a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, de reforma da Previdência, na Câmara dos Deputados. Em congresso realizado em janeiro deste ano, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) aprovou o dia nacional de luta. A mobilização recebeu apoio das frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, além das centrais sindicais e organizações sociais que também integram o movimento.

Notícias Relacionadas

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

entretenimento

Ivete Sangalo recebe convidados baianos no Música Boa Ao Vivo de amanhã (31)

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO