O Bruto | Enquanto não diz “sim” ao convite para ser secretário de educação, Pinheiro tenta articular pedido de novas eleições em Brasília

Enquanto não diz “sim” ao convite para ser secretário de educação, Pinheiro tenta articular pedido de novas eleições em Brasília

23/04/2016

O senador Walter Pinheiro (sem partido) tenta em Brasília emplacar o projeto idealizado por ele e mais seis colegas (Lídice da Mata inclusa) e subscrito por outros 23 (um total de 30) que muda a Constituição para viabilizar eleições para presidente ainda este ano. Ele faz as articulações enquanto pensa se aceita ou não o convite do governador Rui Costa para assumir a Secretaria de Educação do Estado. Tudo indica que ele irá topar.  “Estamos contrariando o povo de Dilma e o de Michel. Dilma não tem condições sequer de refazer o Ministério e Temer está catando notáveis para tentar formar um. Ela não quer largar o osso e ele está doido para abocanhar. Mas nosso papel é dizer para a sociedade isso: esse projeto se esgotou com Dilma e Michel é a continuidade”, disse.

Segundo Pinheiro, o PMDB tem o vice-presidente e desde 2013, o presidente da Câmara e do Senado, e tinha mais seis ministros. “Quem governou o Brasil nesse período foi o consórcio Dilma-Temer. Eles juntos não conseguiram governar o Brasil, separados é que vão?”, questionou.

Com informações do Bahia.Ba

Notícias Relacionadas

TREMENDAL

Homem é preso na Bahia por esquartejar esposa no Natal

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO