O Bruto | Guarda Municipal que matou morador de rua no Comércio tem prisão temporária decretada

Guarda Municipal que matou morador de rua no Comércio tem prisão temporária decretada

13/05/2016

O DHPP, em resposta a ofício da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA), foi feito o pedido de prisão temporária contra Jonivaldo Ferreira dos Santos, acusado da morte de Anderson Jorge Santana de Araújo, morador de rua que foi baleado há exatamente um mês próximo ao Comando do 2º Distrito Naval. Os três suspeitos já prestaram depoimento – na oitiva, Jonivaldo informou que o disparo contra Anderson foi acidental. Na época do homicídio, foi divulgado um vídeo que registrou o momento do disparo. O DHPP aguarda os laudos periciais para encaminhar à Central de Inquéritos. A Defensoria também oficiou a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), mas ainda não obteve resposta. De acordo com o defensor público Cesar Ulisses, o prazo para resposta, de 30 dias após a expedição, ainda não foi encerrado. Caso a pasta não responda até o fim do período, a Defensoria envia novo ofício, para tomar as medidas cabíveis ao órgão.

Com informações do Bahia Notícias

Notícias Relacionadas

TREMENDAL

Homem é preso na Bahia por esquartejar esposa no Natal

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO