O Bruto | Justiça condena Igreja Universal por pressionar pastores a fazer vasectomia

Justiça condena Igreja Universal por pressionar pastores a fazer vasectomia

10/06/2019 Por: Redação

A Igreja Universal do Reino de Deus é alvo de ações judiciais movidas por ex-pastores, que dizem ter sido forçados ou pressionados pela instituição religiosa a fazer vasectomia. Segundo os ex-líderes, o procedimento garantiria o ingresso, a permanência ou a ascensão nos quadros da igreja. As informações são da Folha de S. Paulo.

Os ex-pastores afirmam que a igreja incentiva a esterilização como uma espécie de política de recursos humanos, já que, sem filhos, os líderes teriam mais disponibilidade para mudar de cidade a mando da igreja, uma vez que a instituição custeia a família dos religiosos.

A Universal já foi condenada em primeira e segunda instâncias em diferentes casos na Justiça do Trabalho, além de uma condenação no Tribunal Superior do Trabalho (TST). No caso mais recente, o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), em São Paulo, condenou a igreja, em segunda instância, a pagar R$ 115 mil em indenização por danos morais e materiais ao ex-pastor Clarindo de Oliveira, 44.

A Universal nega a imposição de vasectomia, diz que saiu vencedora de 13 processos ajuizados contra a igreja na Justiça do Trabalho e afirma que estimula o planejamento familiar dos casais.

Notícias Relacionadas

Saúde

Estado entrega quatro novas policlínicas regionais ainda em 2020

Salvador

Centro de Convenções será inaugurado no próximo domingo (26) com shows abertos ao público

Eleições 2020

Caminhão da Biometria: Roteiro irá contemplar quatro municípios baianos

Salvador

Estrutura de teatro encontrada soterrada será reformada e aberta como concha acústica

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO