O Bruto | Major do Exército é preso por postagens pró-Bolsonaro

Major do Exército é preso por postagens pró-Bolsonaro

11/05/2022

Um major do Exército Brasileiro foi preso na semana passada em Teresina, capital do Piaui por usar as suas redes sociais para fazer manifestações políticas a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A prisão aconteceu por desobediência, já que um oficial da ativa não pode fazer manifestações políticas do tipo em respeito ao regulamento disciplinar do Exército e ao Estatuto dos Militares e por portaria de 2019.

O major João Paulo da Costa Araújo Alves, de 41 anos, chegou a ser orientado sobre a recomendação do Exército que proíbe participação de militares da ativa em manifestações políticas, no entanto, continuou publicando postagens e vídeos político-partidários em redes sociais.

O major está detido no quartel do 25º Batalhão de Caçadores na Avenida Miguel Rosa, Centro da capital, depois que o Exército cumpriu um mandado de prisão preventiva expedida pela Auditoria da 10ª Circunscrição Judiciária Militar, que fica em Fortaleza-CE.

Por determinação do  juiz Rodolfo Rosa Talles de Menezes, da 10ª Circunscrição Judiciária Militar, o major fi preso na quinta-feira, 5, passou por audiência de custódia, no sábado, 6, e a prisão foi mantida.

A defesa do major diz que a prisão foi “uma decisão mais política que de cunho efetivamente disciplinar”.

Notícias Relacionadas

futebol

Vitória decide nome do presidente do Conselho nesta quarta

carnaval

Rui não enxerga mudança de circuito do carnaval como importante

bahia

MP pede interdição do Terminal Marítimo de Madre de Deus

música

Adelmo Casé se apresenta no Mahi Mahi na noite dos namorados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 6 = 3

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO