O Bruto | Ministério Público entra com uma ação pedindo nulidade do PDDU

Ministério Público entra com uma ação pedindo nulidade do PDDU

29/03/2016

O Ministério Público da Bahia entrou com uma ação civil pública solicitando a nulidade do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Salvador (PDDU). O processo de número 0517383-57.2016.8.05.0001, que tem como autor o Grupo Ambientalista da Bahia, foi movido pela 7 Vara de Fazenda Pública e aciona o prefeito ACM Neto, o presidente da Câmara, Paulo Câmara e o vereador do Democratas, Léo Prates. Em entrevista a Radio Vida FM (106,1), o vereador do PT, Gilmar Santiago, afirma que já tinha conhecimento da iniciativa do MP.

“Isso foi dito pela promotora Hortênsia na última audiência. Técnicos, urbanistas já tinham sinalizado para as irregularidades. O poder executivo precisa buscar mecanismos para a gente mudar o rumo. É preciso um projeto que discuta a cidade, portanto buscar caminhos para fazer um pacto. Precisamos de um plano diretor, mas é preciso respeitar aquilo que está no estatuto da cidade”, disse Gilmar.

Notícias Relacionadas

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

entretenimento

Ivete Sangalo recebe convidados baianos no Música Boa Ao Vivo de amanhã (31)

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO