O Bruto | Ministro do STF adia prazo de investigação contra Lúcio Vieira Lima

Ministro do STF adia prazo de investigação contra Lúcio Vieira Lima

16/05/2018 Por: Redação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin confirmou nesta quarta-feira (16), o adiamento por mais 60 dias o prazo final para a conclusão de inquérito que apura o suposto recebimento de propina por parlamentares para aprovar medida provisória de interesse da Odebrecht.

De acordo com o G1, são investigados os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Romero Jucá (MDB-RR) e o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA).

 

Notícias Relacionadas

Política

Transparência: Bolsonaro quer entendimento em atos dos governos atual e anteriores

cinco dias de ataques

Sobe para 148 o número de presos no Ceará; já são cinco dias de ataques criminosos

Serviços

Partidos miram 2020 e já confirmam candidaturas para Salvador

Economia

Confiança Empresarial atinge maior nível desde março de 2014, diz FGV

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO