O Bruto | Mortes de Emanuel e Emanuelle completam sete anos e processo contra Kátia Vargas está parado

Mortes de Emanuel e Emanuelle completam sete anos e processo contra Kátia Vargas está parado

15/10/2020 Por: Redação

A imagem de uma câmera de segurança instalada na Avenida Oceânica, em Salvador, jamais será esquecida. Um carro, de cor branca, passa em alta velocidade logo atrás de uma motocicleta, ocupada por duas pessoas. O que acontece depois da filmagem é um embate jurídico, tema de duas teses – de acusação e defesa – já debatidas no Fórum Ruy Barbosa.

Para além dessa dicotomia, diversas pessoas teriam seus futuros selados naqueles poucos metros de asfalto, já quentes por conta do início da manhã. São elas: Kátia Vargas Leal Pereira, os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, além de todos os familiares dos três.

Era 11 de outubro de 2013 quando tudo aconteceu. O destino mais cruel coube aos irmãos, que morreram na hora, no momento em que a mototicleta bateu contra um poste, instalado em cima da calçada. Já Kátia, médica oftalmologista, também teve sua vida mudada. Nesse período de sete anos, foi presa, solta e inocentada. Volta e meia seu nome aparece em produtos jornalísticos por alguma novidade acerca das investigações.

Mas há quase um ano essas apurações estão paradas. É que hoje, sete anos depois da tragédia, o processo que tenta reverter a absolvição, dada por meio de um júri popular, está travado na 2ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça da Bahia. A pendência é apenas uma: o envio ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) de um recurso especial interposto pelo Ministério Público, órgão que tenta a todo custo anular o júri.

E não para por aí. O promotor do caso, Luciano Assis, no último dia 16 de setembro, voltou a solicitar ao TJ a remessa dos autos ao STJ, que tem a competência de julgar o recurso.

Notícias Relacionadas

eleições 2020

Bruno Reis lidera com mais que o dobro de votos de Isidório

Salvador-Mar Grande

Após quase uma semana, travessia volta a operar sem restrições

Polícia

São Gonçalo dos Campos: mais de 60 pés de maconha são achados em quintal de casa

Saúde

Dia D de vacinação registra mais de 17 mil pessoas imunizadas em Salvador

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO