O Bruto | Perito atesta que PM matou esposa, filho e depois se suicidou

Perito atesta que PM matou esposa, filho e depois se suicidou

16/03/2017

O perito criminal Ríbio Januário, concluiu na tarde desta quarta-feira (15) que o caso foi um duplo homicídio seguido de suicídio, cometido pelo PM Cláudio Guimarães Muller de Azevedo, 43 anos. De acordo com a perícia realizada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), o policial morreu com um tiro na cabeça, enquanto a fisioterapeuta Catarina Teixeira Müller, 36 anos, e o filho Lucas, 11 anos, foram baleados três vezes, cada um. A arma usada no episódio, uma pistola ponto 40, foi encontrada em uma das mãos do policial. Não havia sinal de arrombamento na entrada apartamento. O corpo de Cláudio e o de Lucas estavam no quarto do casal, enquanto o de Catarina estava no quarto da criança. Os corpos, que não tinham marca de agressão, serão encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).

 

Notícias Relacionadas

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

entretenimento

Ivete Sangalo recebe convidados baianos no Música Boa Ao Vivo de amanhã (31)

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO