O Bruto | PM inicia rondas em colégios de Salvador e Lauro de Freitas

PM inicia rondas em colégios de Salvador e Lauro de Freitas

19/02/2016

Com o início do ano letivo na rede estadual de ensino, a Polícia Militar da Bahia (PMBA) retomou, nesta quinta-feira (18), as operações de rondas escolares em colégios públicos de Salvador e Lauro de Freitas. Cento e vinte militares são mobilizados para visitar diariamente as instituições estaduais da capital e região metropolitana.

A ronda atua das 7h às 21h, no entorno das escolas, para a realização de um trabalho preventivo e de mediação de conflitos envolvendo estudantes e demais membros da comunidade escolar. A iniciativa, que é parte das ações do Programa Melhoria da Segurança nas Escolas, criado em 2008, é desenvolvida por meio de um convênio de cooperação técnica entre as secretarias estaduais de Educação e da Segurança Pública (SSP).

No Colégio Estadual Governador Roberto Santos, no bairro do Cabula, na capital, os militares realizaram um trabalho de conscientização e orientação com os alunos nesta quinta-feira (18). Eles esclareceram dúvidas sobre a ação e convidaram os estudantes a entrar em contato com a PM, em situações de emergência, através do 190.

Para Emerson Caldas, 17 anos, aluno do 3º ano do ensino médio, a aproximação da polícia com a comunidade proporciona uma maior sensação de segurança aos estudantes e professores. “Desde os outros anos, a polícia sempre passa aqui na escola e pergunta se estamos precisando de alguma coisa, se aconteceu algo que tenha comprometido a ordem. Graças a Deus, nunca aconteceu nada comigo. E com eles aqui, provavelmente, nunca acontecerá”, afirma Emerson.

Estratégias

No ano passado, a ronda escolar registrou 240 ocorrências em instituições de ensino de Salvador e Lauro de Freitas. Do total, 23,6% das intervenções policiais tiveram a ameaça como motivo, seguida de brigas entre alunos, com 23%, e furto, com 10,2%. Para proporcionar a redução dos números em 2016, a PM já desenvolve novas estratégias.

“Nós estamos intervindo em todos os momentos críticos, mas nossa ação não pode ser apenas nesses momentos. Já realizamos ações em que visitamos as salas de aula, claro que com a autorização dos gestores, e conversamos com os alunos. Até já participamos de reuniões de pais e convidamos a comunidade a zelar pela escola e pelos estudantes”, afirma o major Jorge Paraíso, comandante da Operação Ronda Escolar.

Notícias Relacionadas

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

entretenimento

Ivete Sangalo recebe convidados baianos no Música Boa Ao Vivo de amanhã (31)

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO