O Bruto | Preço do gás não cai por decreto, afirma ministro

Preço do gás não cai por decreto, afirma ministro

26/06/2019 Por: Redação
Gás de cozinha puxa a inflação de setembro em Brasília Cruzeiro, Brasília, DF, Brasil 13/10/2015 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília Com variação de 19,23% no valor do botijão, o gás de cozinha contribuiu diretamente para o aumento da inflação no Distrito Federal em setembro.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o governo não vai baixar o preço do gás “por decreto”. Segundo ele, as medidas do programa Novo Mercado de Gás não serão impostas, mas negociadas entre as partes envolvidas. O plano prevê a abertura do mercado de gás e a saída da participação da Petrobrás do mercado de gasodutos e distribuidoras. Também prevê incentivo financeiro a Estados que aceitarem privatizar suas empresas.

A Abegás, que representa as distribuidoras, comparou o incentivo à privatização de distribuidoras a um “toma lá dá cá”.

“Não é por decreto que vamos baixar o preço do gás. Temos exemplos de quando tentamos fazer isso e não deu certo”, disse ontem, em audiência pública conjunta nas comissões de Infraestrutura e de Desenvolvimento Regional do Senado.

As diretrizes do plano foram apresentadas na segunda-feira pelo governo. Entre as medidas está um acordo entre a Petrobrás e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para encerrar um processo administrativo que apura condutas anticompetitivas da companhia e que poderia render multas bilionárias à estatal. A Petrobrás terá de sair do mercado de gasodutos, dar acesso às suas estruturas para concorrentes e vender sua fatia nas distribuidoras estaduais.

Notícias Relacionadas

Brasil

Novas regras para tirar CNH e ACC valem a partir de hoje

economia

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

Economia

Agências da Caixa ampliam horário nesta sexta para saques do FGTS

Rio de Janeiro

Incêndio em hospital deixa pelo menos dez mortos

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO