O Bruto | Segundo jornal, Wagner, Pelegrino e Mário estariam em esquema da OAS

Segundo jornal, Wagner, Pelegrino e Mário estariam em esquema da OAS

07/01/2016

Uma reportagem do Jornal Estado de São Paulo revelou nesta quinta-feira (7), ligações entre o atual Ministro da Casa Civil, Jacques Wagner, com o diretor executivo da OAS, Léo Pinheiro. O diretor da OAS é um dos condenados da operação Lava à Jato da Polícia Federal, a 16 anos de prisão, no esquema de corrupção da Petrobras. As interceptações telefônicas mostram o então Governador da Bahia, Wagner, intermediando ajuda financeira à campanha de Nelson Pelegrino, atual secretário do Turismo da Bahia e na época candidato à prefeitura de Salvador. As intecerceptações são referentes ao ano de 2012. As conversas revelam também, segundo o jornal, intermediações para favorecimento de empreteiros no Governo Federal e ainda uma “ajuda financeira” ao então candidato e radialista Mario Kertezs. “O endereço que filho me forneceu foi M.K street 3.600”, essa mensagem teria sindo enviada pelo Leo Pinheiro à Wagner para tratar do apoio e pagamento à Mario Kertezs para apoiar Nelson Pelegrino, no segundo turno da campanha municipal, na qual venceu Acm Neto. A reportagem fala ainda de apoio de R$43 milhões para recebimento de contratos junto ao Governo Federal para a OAS. Nas conversas Wagner tinha o apelido de Compositor, já Nelson Pelegrino de andarilho e Mário Kertesz de M.K.

Notícias Relacionadas

salvador

Carga de frangos é roubado na Feira de São Joaquim

TREMENDAL

Homem é preso na Bahia por esquartejar esposa no Natal

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO