O Bruto | Taxista morto na Barros Reis foi vítima de emboscada armada pelo primo, diz presidente de associação

Taxista morto na Barros Reis foi vítima de emboscada armada pelo primo, diz presidente de associação

13/02/2020 Por: Redação

O taxista Antônio Jorge de Souza Gomes  Júnior, assassinado na noite da última quarta-feira (12), na Avenida Barros Reis, em Salvador, foi vítima de uma emboscada. A informação foi divulgada na manhã desta quinta-feira (13), horas depois do crime.

Inicialmente, havia a informação da ocorrência de um latrocínio (roubo seguido de morte). A possibilidade chegou a ser levantada pelo presidente da Associação Geral do Taxistas, Denis Paim. Segundo a AGT, os responsáveis pelo homicídio seriam um primo da vítima e uma mulher. A família de Antônio disse que ele já tinha sido ameaçado pelo familiar após diversas brigas. A polícia investiga a participação de um terceiro bandido na ação.

O casal suspeito do assassinato foi preso e encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso.

CRIME

Tudo aconteceu por volta das 19h na ladeira que dá acesso ao bairro do Pau Miúdo. Segundo o presidente da AGT, Antônio foi surpreendido por pelo menos três tiros na nuca momentos depois de atender o celular, ainda dentro de seu carro, modelo Spin.

“Mais um taxista alvo, tomou em média três tiros. E assim vive nossa segurança. O secretário de segurança pública, o governador do estado, faz reunião com a categoria, promete intensificar a segurança e nada. Carnaval chegando aí, cada vez mais nossa categoria fica desassistida”, chegou a exclamar Denis Paim. O corpo do taxista foi levado para o Instituto Médico Legal de Salvador e não há informações de onde vai ser enterrado.

Notícias Relacionadas

Coronavírus

Vereador Kiki Bispo testa positivo para Covid-19

Vitória da Conquista

Mãe e filho suspeitos de tráfico são abordados em carro de luxo e oferecem R$ 40 para não irem em “cana” na Bahia

Feira de Santana

Prefeitura autoriza reabertura dos restaurentes e lanchonetes com capacidade reduzida

Covid-19

Pela 1ª vez em 5 meses, Bahia zera necessidade de leitos clínicos para infectados com coronavírus

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO