O Bruto | Temer revela insatisfação pela pressão dos partidos na organização dos novos ministérios

Temer revela insatisfação pela pressão dos partidos na organização dos novos ministérios

07/05/2016

O vice-presidente Michel Temer não tem gostado muito dos rumos das negociações para montar seus ministérios. As exigências dos partidos que apoiam o impeachment da presidente Dilma Rousseff já fizeram ele recuar da proposta original de reduzir dos atuais 32 ministérios para 20.  Temer tem registrado o seu incômodo com as pressões e tem questionado se vale pagar esse preço pela governabilidade. São inúmeros os problemas que estão na mesa de Temer. Há disputa entre as legendas pelos ministérios das Cidades, da Saúde, da Agricultura e de Minas e Energia, entre outras pastas. As fusões pensadas inicialmente pelo vice-presidente já foram descartadas.

Há quem defenda uma espécie de “freio de arrumação” para recomeçar as conversas. Mas, neste caso, o grande problema seria o curto espaço de tempo. Isso porque Dilma deve ser afastada na próxima semana pelo plenário do Senado. Temer tem se mostrado desconfortável com a possibilidade de repetir o modelo de loteamento de cargos do governo Dilma. Inicialmente, o vice-presidente falava em formar uma equipe de notáveis.

Notícias Relacionadas

TREMENDAL

Homem é preso na Bahia por esquartejar esposa no Natal

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO