O Bruto | TJ-BA rejeita recurso contra condenação de Almiro Sena; promotor pode ser preso a qualquer momento

TJ-BA rejeita recurso contra condenação de Almiro Sena; promotor pode ser preso a qualquer momento

15/05/2019 Por: Redação

Justiça

Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) negou os embargos interpostos pela defesa do promotor de Justiça Almiro Sena contra a decisão que o condenou a 4 anos, 5 meses e 15 dias de prisão por assediar sexualmente servidoras da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos da Bahia.

Com isso, fica aberta a possibilidade de Almiro começar a cumprir a pena, já que ele foi julgado em segunda instância. O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou, em julgamento feito em 2016, que condenados em segundo grau iniciem o cumprimento das sentenças sem o trânsito em julgado dos processos.

A denúncia contra Almiro Sena foi recebida pelo TJ-BA em maio de 2015 (saiba mais). As vítimas chegaram a falar sobre o caso, em maio daquele ano, no Fantástico, da TV Globo. O promotor já foi preso em regime domiciliar, mas conseguiu um habeas corpus e respondeu ao processo em liberdade. 

Notícias Relacionadas

Polícia

STF manda Geddel para prisão domiciliar, mas ordena instalação de tornozeleira eletrônica

suspeito morreu e dois fugiram

Dois mil pés de maconha são localizados e queimados no município de Ipirá

Covid-19

Dataprev conclui análise de contestações do auxílio emergencial

Brasil

Analfabetismo cai, mas Brasil ainda tem 11 milhões sem ler e escrever

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO