O Bruto | Alba suspende atividades administrativas por 11 dias para contenção da disseminação da Covid-19

Alba suspende atividades administrativas por 11 dias para contenção da disseminação da Covid-19

26/05/2021

As atividades administrativas na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) serão suspensas por 11 dias para contenção da disseminação da Covid-19. Conforme a assessoria do órgão, a decisão foi tomada pelo presidente Adolfo Menezes, que está infectado pela doença, após consulta aos integrantes da Mesa Diretora e as lideranças partidárias.

De acordo com a Alba, o fechamento começa na sexta-feira (28) e acontecerá 7 de junho. O órgão informou que o aumento do número de infectados na Bahia teve reflexos no Legislativo, com a confirmação de casos positivos entre o funcionalismo, impondo a decisão de retorno ao trabalho remoto ainda na semana em curso.

A partir de sexta-feira, a Alba estará totalmente fechada para o público externo, os gabinetes parlamentares não funcionarão e sistemas de iluminação ar-condicionado e de informática não estarão disponíveis.

Apenas funcionários que a presença seja considerada como “imprescindível” para a realização dos serviços serão admitidos.

O superintendente Francisco Raposo acrescentou que a decisão de fechar foi aprovada pela infectologista que dá consultoria ao Legislativo, fonte do alerta sobre o aumento do número de casos internos confirmados.

O superintendente Francisco Raposo disse ainda que o “lockdown” impedirá a circulação do vírus entre os funcionários, visitantes, assessores e entre os próprios parlamentares, como ocorreu anteriormente.

“Este freio, associado a ampliação dos grupos vacinados reduzirá a possibilidade de transmissão da Covid-19 e retornaremos, com restrições ao trabalho presencial a partir do dia sete com mais tranquilidade”, disse.

Notícias Relacionadas

POLITICA

Cortejado pelo PSD, Rodrigo Pacheco garante a Neto que fica no DEM

POLITICA

Após encontro com João Roma, Sturaro admite que pode ingressar na política

BA 116

Gestante em trabalho de parto consegue chegar a hospital após ficar presa em engarrafamento na BA

PAULO AFONSO

MPF investiga militares por suspeita de fraude em esquema de transferências universitárias

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO