O Bruto | Bruno Reis anuncia vacinação de pessoas com comorbidades e doenças crônicas

Bruno Reis anuncia vacinação de pessoas com comorbidades e doenças crônicas

14/04/2021

Com a previsão de chegada a Bahia, na quinta-feira (15), de novas doses da vacina contra a COVID-19, o prefeito Bruno Reis anunciou durante coletiva realizada nesta quarta (14) que será possível retomar a vacinação dos idosos a partir de 61 anos na tarde do mesmo dia e na sexta-feira (16). Ele ainda adiantou que Salvador deve receber 40 mil doses de vacinas e que, com isso, poderá avançar o cronograma de vacinação para outros públicos alvo. A previsão de Bruno Reis é de que, no sábado (17) e domingo (18), Salvador inicie a vacinação dos idosos a partir de 60 anos. E a partir da segunda-feira, a capital comece a 3ª etapa da imunização, aplicando a vacina em pessoas com idade entre 18 e 59 anos, que possuam comorbidades e doenças crônicas.

No último domingo (11), a  prefeitura de Salvador anunciou a suspensão de aplicação da primeira dose, por falta de estoque. As segundas doses seguem ocorrendo normalmente na capital baiana. Com o anúncio desta quarta, a prefeitura afirmou que o público alvo precisa ser residente em Salvador. As comorbidades e doenças crônicas são definidas de acordo com o Ministério da Saúde. Algumas delas são: doenças renais crônicas, pessoas com Síndrome de Down, transplantados, imunossuprimidos e doenças cardiovasculares. Pacientes que já fazem atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), terão cadastro feito automaticamente pela Secretaria Municipal de Saúde. Já no caso dos pacientes que fazem atendimento pela rede particular, o médico que acompanha deve fazer o cadastro.

O site disponibilizado para esse cadastro é o www.comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br . A plataforma só será ativada quando a terceira etapa de vacinação começar. Nela, os médicos ou suas equipes utilizarão o mesmo login e senha de acesso ao site do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb). O médico deve inserir seus dados pessoais e, em seguida, cadastrar os dados pessoais do paciente, como nome, CPF, data de nascimento e filiação. Depois, um formulário é gerado já com os dados pesquisados do paciente, e o médico seleciona as comorbidades, de acordo o Ministério da Saúde.

 

Notícias Relacionadas

bahia

PF cumpre mandados na BA em operação contra fraudes para compra de insumos da Covid-19

salvador

Unidade de saúde é arrombada e computadores são furtados no bairro de Nazaré

SALVADOR

Secretário de Saúde Fabio Vilas-Boas fala sobre reunião para adiantar 2ª dose

salvador

Vacinação nesta terça-feira será exclusiva para quem fizer agendamento prévio

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO