O Bruto | Major do Exército é preso por postagens pró-Bolsonaro

Major do Exército é preso por postagens pró-Bolsonaro

11/05/2022

Um major do Exército Brasileiro foi preso na semana passada em Teresina, capital do Piaui por usar as suas redes sociais para fazer manifestações políticas a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A prisão aconteceu por desobediência, já que um oficial da ativa não pode fazer manifestações políticas do tipo em respeito ao regulamento disciplinar do Exército e ao Estatuto dos Militares e por portaria de 2019.

O major João Paulo da Costa Araújo Alves, de 41 anos, chegou a ser orientado sobre a recomendação do Exército que proíbe participação de militares da ativa em manifestações políticas, no entanto, continuou publicando postagens e vídeos político-partidários em redes sociais.

O major está detido no quartel do 25º Batalhão de Caçadores na Avenida Miguel Rosa, Centro da capital, depois que o Exército cumpriu um mandado de prisão preventiva expedida pela Auditoria da 10ª Circunscrição Judiciária Militar, que fica em Fortaleza-CE.

Por determinação do  juiz Rodolfo Rosa Talles de Menezes, da 10ª Circunscrição Judiciária Militar, o major fi preso na quinta-feira, 5, passou por audiência de custódia, no sábado, 6, e a prisão foi mantida.

A defesa do major diz que a prisão foi “uma decisão mais política que de cunho efetivamente disciplinar”.

Notícias Relacionadas

carnaval

Bloco Coruja inicia vendas de abadá nesta quarta-feira (18)

Saúde

Sesab alerta para bactéria resistente a antibióticos em Salvador

rodoviarios

Presidente de sindicato cobra prefeito empenho para resolver CSN

bahia

Policiais militares são presos durante operação contra sequestros, em Salvador e região

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 5 =

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO