O Bruto | “Não se reage a assalto”, diz ladrão que matou jovem da Marinha

“Não se reage a assalto”, diz ladrão que matou jovem da Marinha

20/01/2016

O assaltante Crispiniano Santos da Silva, 23 anos, que esfaqueou e matou o marinheiro Marcos Paulo Lira Nunes, 19, na tarde de domingo (17), na passarela próxima ao Shopping da Bahia, disse durante a entrevista de apresentação a imprensa que “não se reage a assalto”. Ele foi preso na noite desta segunda-feira (18) na mesma região onde atacou o marinheiro. Segundo a delegada Mariana Oais, titular da 1ª Delegacia de Homicídios, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Crispiniano mentiu em interrogatório que a vítima teve um relacionamento com sua namorada para ser enquadrado em homicídio simples e evitar uma pena maior aplicada em casos de latrocínios – roubo seguido de morte.

Notícias Relacionadas

TREMENDAL

Homem é preso na Bahia por esquartejar esposa no Natal

auxilio

Na Bahia, João Roma promete Auxílio Brasil permanente

politica

Após aprovação do relatório final da CPI, Trump divulga mensagem a Bolsonaro

bahia

Governo prorroga decreto que libera eventos com até 500 pessoas na Bahia

SIGA:
© 2017 Todos os Direitos Reservados à O BRUTO